quinta-feira, 14 de fevereiro de 2008

Amor em Fila

Hoje é o tal dia de levar a namorada (oficial) para aquelas filas infindáveis de restaurante. É o dia de pagar "couro e cabelo" às floristas ou comprar um qualquer "gift" no shopping mais "à mão" com um bónus de mais 50% a 100%.
Mas o que mais me "choca" é aquele percurso de horas até à mesa estratégicamente "geminada" às outras onde os pratos "não esgotados" já estão preparados e chegam em tempo recorde... Sim, convém não esquecer que estão mais umas centenas de casais a rezar para que se ceda rapidamente o lugar - e o restaurante agradece.
Tudo isto já aconteceu comigo, mas há uma excepção,... e é essa que me leva a escrever.
- Já repararam que 90% dos casais mal trocam uma palavra em todo o jantar?
O "momento solene" do dia dos namorados mais parece uma promessa sem vontade, um "casamento armado em divórcio", um "ir para dizer que se foi"...
É triste ver como anda pelos "restaurantes da amargura" o namoro dos dias que correm... E as filas dos restaurantes nesta noite são um excelente barómetro, acreditem.
Com sorte, escrevia alguém, depois da sobremesa, do café, da rosa e da fotografia em ritmo "speed metal", lá chegará a altura de "trocar uns mimos" assim que os vidros do carro embaciem e aumentem a distância de 20 cms da viatura do lado... Caso contrário - e é o que acontece na maior parte das vezes, sai aquele: "- Amo-te muito, toma-lá-dá-cá, estou cansado e amanhã é dia de trabalho..."
Ahh, bom jantar,... ou façam como eu, é que domingo também é dia.
(note-se que a imagem escolhida é um coração em forma de gelo assente em dois galhos,... mas o objectivo é repararem no gelo e não nos coitados dos galhos)

11 comentários:

multiolhares disse...

O dia dos namorados deve de ser todos os dias, ou quando nos apetece, não quando alguém determina que assim tem de ser
Chamo a isto o amor comercializado

Beijinhos
luna

Arco-íris disse...

...dia dos namorados deveria ser todos os dias...mas na realidade isso não acontece...por isso no dia 14 lá vamos todos jantar ao "tal" restaurante para marcar esta data de forma especial...e sempre será assim...(o meu dia de namorados foi passado em casa de amigos...nada de jantar a dois...mas sim uma noite onde não faltou gargalhadas e boa disposição...)
bjs...mts...

gaivota disse...

o dia 14 de fevereiro é apenas mais um dia de calendário,
passa-se,
porque um almoço, ou um jantar diferente ou especial pode ser em qualquer dia...
mas, pode acontecer uma flor, ou uma caixa de chocolates, um champagne,
sem ter que ser neste dito dia, obrigatoriamente...
beijinho grande

Ana Fernandes disse...

exatamente!
ontem aconteceu isso, e eu vi que não era feliz.

Ana Maria Costa disse...

Belo texto!
Estou feliz em conhecer este seu espaço tão interessante!
Abraço e grata pela visita!

aorta disse...

O que esses jantares nos restaurantes têm, é tudo menos romantismo.
Romântico é um jantar em casa, com almofadas no chão e velas em sítios estratégicos. Uma boa música, um bom vinho e uma comidinha à maneira. Isso sim, é jantar de dia de namorados.

Gata Verde disse...

Devias ter feito como nós,fomos jantar a um restaurante japonês no dia 13!!!!

;)

R Lima disse...

Nada mais do que uma data comercial.

O Amor não se esconde nestas fúteis formas de ser feliz.

Abçs,



Texto de hoje: AmiZadE...

Visite e Comente... http://oavessodavida.blogspot.com/

O AveSSo dA ViDa - um blog onde os relatos são fictícios e, por vezes, bem reais...

Ignota disse...

O romantismo do "encafuamento" de casais separados mas apertados, de metais na mão, separados por círculos de loiça cheios de não-sei-quê que levam à boca para empurrar a ausência de palavras para baixo.

(Esta até foi gira!)

Pérola disse...

É um dia como os outros, não é? Deveria ser apenas mais um dia. Talvez um dia para pensar no porquê estamos com aquela pessoa, e como podiamos ser mais feliz com ela.

Mas como o ser humano não é fácil... Complica tudo! :p

Beijinhos.

♥Coragem disse...

Deixei um mimo no meu blog, para este seu espaço....quando puder, agradecida :)